segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Cassssssssssss - teeeeeeeeeeee -loooooooo

Tim- tim- tim
bum - bum - bum
tim - tim
bum -bum

imaginei que iria gostar tanto de uma exposição.
Voltei ao passado literalmente e revivi as manhãs coloridas de infância.

Quando criança assistia muito programas culturais, fui aluna da SESI então consequentemente a TV Cultura era meu canal favorito. Cresci com o Lucas Silva Silva falando diretamente do mundo do lua e de repente me encantei por um tal castelo cheio de magias...
Eram três horários diariamente, às 10h, às 15h e às 19h, sendo as 19h um episódio inédito e as 10h e 15h do a reprise do dia anterior.
Me lembro desses detalhes como se fosse hoje, me sentava a beira da cama com o prato de comida entre as pernas e os olhos focados em direção da TV, os olhos brilhantes cheio de esperança.

O ano era de 1994,eu tinha apenas 9 anos de idade e 90 foi o número de episódios, de pura magia e frases bem colocadas. Muitos sonhos e muita fantasia. Nino era um garoto de 300 anos, que vivia em um castelo com sua tataravó Morgana uma feiticeira de 6000 anos seu tio avô Dr. Victor também feiticeiro. Com essa família encantadora moravam outros queridos como: a cobra Celeste que
tinha como casa uma árvore no meio do hall de entrada, um gato Pintado que cuidava da biblioteca, um porteiro pra lá de simpático que recepcionava os visitantes com inesquecivel frase " Plift, ploft, still, a porta se abriu!", o malvado Mau, que assustava a todos com sua gargalhada fatal e suas corridas com seu amigo Godofredo pelos encanamentos do Castelo.

Tinha também o relógio falante, as botas de óculos Tap e Flap, o dedinho Fura bolos e sua trup da Dedolândia, o incrivel Ratinho e seu ratomóvel com a inesquecivel música "tchau preguiça, tchau sujeira, adeus cheirinho de chuléeeeeeeeee!!", a gralha Adelaide, as adoráveis fadas do lustre Lana e
Lara, João de barros e as patativas que moram em um ninho na árvore da Celeste, o telekid que sempre respondia as perguntas e explicava que Por que Sim, não é resposta.

Mas não só com os moradores do Castelo que a história aconteciam, tinham também os queridos visitantes, personagens encantadores que faziam a alegria do Castelo. Zeca, Pedro e Biba o trio ternura mais ternuroso que existe, Biba gosta de Pedro que gosta de Biba e Zequinha é o pentelho caçula da turma.

E ainda temos o entregador de pizza Bongô, a repórter rosa Penélope, o ET Etevaldo, a folclórica Caipora e o corretor picareta Dr. Abobrinha, inesquecivel Dr. Pompeu Pompilho Pomposo.

Juntos todos traziam alegrias para nossas manhãs, para nosso dia, nos ensinavam como conduzir a vida, como ser feliz, como falar corretamente, como agir com educação, como sentir a vida do jeito que ela deveria ser.

Com essa exposição  voltei a ser criança, voltei a ter esperança, voltei a sonhar e voltei ao passado.... como num piscar de olhos....

É simplesmente assim......
















segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Revista SuplementAção com Gabriela Pugliesi

A revista desse mês da SuplementAção está maravilhosa!

Sou super suspeita, pois a Suplementação é meu xodózinho, meu bibelô, amo o que faço e faço o que amo!!!

Passamos um dia com top blogueira Gabriela Pugliesi  do site Tips4Life

A entrevista e fotos aconteceram em um super salão em SP, o JJ Cabeleireiros.
Com os cuidados e beleza do super top Bruno Lemes e os superclicks do Michel Cutaith, foi sensacional!

Gabriela nos contou todos os seus truques, segredos, dicas. Tudo sobre sua super agitada rotina!!!
Nos falou sobre o seu Livro Raio X que está entre os livros mais vendidos do mês!!

A capa ficou maravilhosa e o making of tb!!!
Como não podia deixar tietei a top blogguer tb!!!!

Inspiração e motivação para um corpo sequinho!! Um dia eu consigo! Prometo!

Você encontra a Revista SuplementAção nas melhores bancas do Brasil por R$9.90.


Foi demais!!!!





terça-feira, 29 de julho de 2014

Na minha época

De que época você é??

Eu sou da época da feira na rua de casa, de quando se acordava cedo para assistir o Show da Xuxa e sonhava em entrar na nave especial rosa, de mandar beijo pra mamãe, pro papai e especialmente pra você.
Um tempo em que se almoçava assistindo TV Colosso e falava junto com o cachorrinho famoso “ Tá na hora de matar a fomeeee... ta na mesa pessooaaaaaal!”

De uma época onde o batom tinha formato de morango e cheiro de chiclete, que os meninos brincavam com seus brinquedos da Estrela e que sonhavam em ter os aviões do Comando em Ações, fase em que as meninas sonhavam em ser professoras, pois assistiam a novelinha Carrossel e queriam ser a querida professora Helena.

Uma fase boa! Uma época feliz....

Todos estudávamos em EMEI e a escolinha era ótima, toda sexta-feira vínhamos com as bochechas pintadinhas por alguma data comemorativa, o uniforme era shorts azul e camiseta branca e a mochilinha era uma bolsinha de pano azul marinho e ficava pendurada no peito. Dia 19 de abril era dia do índio e todos sabíamos a importância dessa data e assim pintávamos o rosto em sua homenagem.

O canal mais educativo e assistido pelas crianças da minha idade era a TV Cultura,  as 10h da manhã tinha o famoso e querido Castelo Rá-tim-bum, todos sonhávamos em conhecer o garoto que tinha apenas 300 anos, Nino, querido Nino, Pedro, Biba, Zequinha, os gêmeos Tíbio e Perônio, a moça rosa Penélope, o Dr. Abobrinha.... Por que um dia esse castelo vai ser meu Buaaa buaaaa. Daí percebemos como o tempo passa quando analisamos os acontecimentos, para você ter uma ideia tem  20 anos que o ator que encenava o Etevaldo morreu.....fiquei chocada também.
Sem contar que antes tinha Glub Glub, os peixinhos feito com as mãos...
Mundo da Lua... tenho certeza que todo mundo pegou aquele gravador velho de fita  do pai e tentou chamar o Planeta Terra, igual fazia o Lucas Silva e Silva. E digo mais qual criança não assistia a Lagoa Azul na seção da tarde e falava, de novo esse filme???

Nosso ídolo era o piloto Ayrton Senna, todas as manhãs de domingo víamos nossos pais sentados em frente a TV e no final ouvíamos....Tananannnn Tananannnnn

Achávamos que as crianças vinham da cegonha e nós meninas não entendíamos como a Barbie tinha aquele corpo de mulher, todas queriam ter o Ken, mas ele custava caro...

Cresci brincando de casinha com minha irmã caçula, os irmãos se amavam.

Apesar do machismo meninas brincavam com meninas e meninos com meninas e isso era normal, não tinha maldade... era natural. E os baixinhos foram crescendo...

O Faustão era gordinho, o Gugu era do SBT, a principal novela do dia se passava as 20h, o vídeo show era apresentado pelo Miguel Falabela, a  novela Malhação era passada numa academia, tinha a Luisa, o Romão, o Éricles, o Dado, mas antes disso no horário da Malhação passava SOS

Malibu e um monte de filminho.

Eu adorava uma série da Cultura que se chama Confissões de Adolescente, a Deborah Secco era uma pentelha e se chamava Carol... a mesma moça que deu seu primeiro beijo na brincadeira pera, uva, maçã, salada mista....e anos mais tarde interpretou uma garota de programa no cinema...

confuso...

Sou de uma época em que esperávamos o dia inteiro para ouvir uma música na radio só para gravar na fita velha e depois ficar ouvindo horas até decorar...quem nunca ouvia, pausava e escrevia tudo numa folha... só para aprender a letra da música.. Não era música que a única frase com sentindo se dizia “lepo, lepo, lepo”
Era poesia, era letra bonita... “É preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã”

Sou da do tempo do Renato Russo e sua legião de fãs, do tempo que os professores eram nossa base, que sabíamos o hino nacional do começo ao fim, que os alunos repetiam de ano mas aprendiam a ler e escrever, de um tempo que não volta mais, que foi bom enquanto durou.....

O beijo na novela era tímido e rápido, casais eram de sexos opostos, o presidente era estudado.

Não que eu queira voltar ao passado mas que antes era tudo melhor e no lugar .... ah com certeza isso era!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Bolo de whey

Não estou bitolada em emagrecer, não virei uma FitBlog, não sou metida a nutricionista e nem tenho jeito pra isso, também não estou na onda do momento que é mostrar pratos de comida.
Blog é feito pra compartilhar pontos de vista do autor, dar dicas de viagens, dicas de dicas, contar coisas legais, interessantes, bonitinhas... compartilhar.
Minha irmã é nutricionista e ultimamente vem fazendo receitinhas bem legais, e uma delas foi publicada na revista SuplementAção desse mês, fiz e gostei por isso acho que vale a pena compartilhar.
Estou numa fase light, diet, mega blaster tentando ser saudável, mas essa receitinha super saudável acho que vale ser feita tanto pela praticidade quanto pelo sabor delicinha que ficou.
Sr. meu marido que não gosta de coisas muito anormais, amou!!! Vale a pena.
É um bolo de banana de micro-ondas que ao invés de farinha é colocado whey de baunilha.
Ual!
Sabor diferente muito bom!!! Eu que não sou chef fiz e deu certo!


Bolo de whey protein de micro-ondas

Ingredientes:
1 clara ou 30g de clara pasteurizada
1 colher (sopa) de aveia em farelo
2 colheres (sopa) de whey protein sabor baunilha
1 banana prata
1 colher (café) rasa de fermento em pó

Modo de preparo:
Amasse a banana e junte com os demais ingredientes, mexendo bem. Em seguida leve ao microondas por 3 minutos e pronto! Eu não decorei, mas desinformei e ficou assim.

Valor nutricional:
Calorias: 220,7kcal
Carboidratos: 35,3g
Lipídeos: 2,0g
Proteínas: 17,2g







quarta-feira, 9 de abril de 2014

Que saudades de um abadá

Aquela camiseta colorida que se transforma em uniforme em dia de micareta, aquela música alegre, contagiante que arrepia só de relembrar....
Aquela energia que invade nosso corpo, energia boa, apaixonante!!!
Desde muito novinha gostei de axé, mas não é axé "É o tchan" é axé de música de micareta!!! Chiclete com banana, Asa de Águia, Banda Eva, Ivete Sangalo, Tomate, A Zorra......
Música de micareta, quem conhece sabe o que eu estou falando....

Aquele carnaval fora de época, com música animada, gente feliz, cerveja gelada, esquenta no estacionamento, customização de abadá dentro do carro, carteirinha de estudante mais picareta que nota de três reais, gente correndo, pulando, dançando, brincando, voltando a ser criança, fila quilométrica no banheiro, dinheiro amassado no bolso, tênis sujo de barro, e calor, muito calor!

E de repente lá de cima do trio elétrico um senhor de barba, cabelos cacheados e bandana começa a falar " Dê um grito aíiii.. faz a festa pra valer..."  e uma multidão de gente jovem de espirito sai correndo atrás do caminhão, pula, canta, grita e diz que valeu!!!!
Ao som de Bell Marques ou quase um Chiclete com Banana.. a noite só está começando!

Uma música que eu sei a letra, uma música com uma harmonia gostosa,  uma música animada!!!! Alegria!!!!

Amigos queridos fazendo companhia, amigos da vida, amigos do passado, presente e futuro (valeu trup!) até o mais desanimado se empolgou e levou o troféu revelação da noite!!! Marido estava muito empolgado, contagiou a todos!!!

E como toda festa tinha casais se conhecendo pela primeira vez, casais de namorados, casais casados, casais de meninas, casais de meninos, meninas de salto alto na terra, muita gente se divertindo, berrando a música que ouviu a semana toda no fone de ouvido só por que sábado ia ter uma
MI CA RE TA!!!

Uma volta, duas voltas, três voltas atrás do trio, a voz começa a sumir, mas mesmo assim gritamos, a energia é tão boa que não dá vontade de ir embora pra casa, o joelho dói, a panturrilha queima, a canseira domina, mas ir embora pra que!!!!!! Ainda têm mais um trio para começar!!!

Dobradinha na micareta é muito bom, quando você acha que a festa está acabando entra um menino serelepe, agitado, sem fim, parece que ele vive a vida em cima de um pogobol e canta, canta, canta, o apelido era pelo cabelo vermelho cor de Tomate, mas agora está preto ao natural.
Duas, três horas de show, três, quatro voltas no circuito e ele lá sem fim, incansável, contagiando toda aquela multidão que no momento já se encontra sentada naquele chão limpooo, mas todos com um sorriso no rosto.

Um pedacinho da Bahia dentro de cada pessoa, um pouquinho de Dodô e Osmar  no meio do Brasil, um pouquinho de festa, um pouco de curtição de final de semana. Não tem essa que "somos casados" e não podemos nos divertir, penso diferente  "ainda não temos filhos pequenos então bora correr e curtir o final de semana em grande estilo!"

Curtir a vida, dar risada, relembrar a época de início de namoro, voltar a ter vinte anos, cantar aquelas músicas antigas como se ninguém tivesse te olhando, nada como juntar uma graninha e ir ao show da sua banda favorita, fazer realmente o que você gosta, o que realmente te deixa feliz, se divertir com os amigos, tomar umas a mais, subir no ombro do marido, tirar foto mostrando a língua, brincar de pega pega, entrar de pirata na foto dos desconhecidos, viver!! Viver e viver!!!

Tudoo bem que foram 3h pra ir e 3h pra voltar, uma estradinha cansativa na ida. Massss a formiga para a festa era tanta que a hora voou, porém na hora de voltar foi aquela demora, dor de cabeça, de perna, sem voz, de ressaca e a vontade de simplesmente deitar na minha cama...
..... mas eu digo: VALEU!

Chegando na cidade ainda rolou visitinha ao bar turístico da cidade o tal do Pinguim, com direito a chopp gelado e muita risada!

Iria de novo, mais um pouco e todos os finais de semana, porém achei que aguentaria dois dias seguidos de festa, ainda bem  que a técnica de ir só no segundo dia deu certo, aproveitamos muito e não esquecemos que já estamos beirando os "inta".....

Carnabeirão 2015 nos aguarde!!!!


Simplesmente assim!










quarta-feira, 2 de abril de 2014

O que a Maria está fazendo pela Maria?

Esses dias estava pensando, o que a Ana faz pela Ana...
Morro de vontade de ter um corpo esculpido, ser magra e torneada, colocar silicone, ter unhas impecáveis, cabelos maravilhosos e blá blá blá
Acho que toda mulher tem suas vontades.... mas iai o que elas fazem para essas vontades tornarem realidade?
O que eu Ana faço por mim Ana, para que os meus sonhos se tornem realidade???
  
Algumas coisas eu já estou fazendo há algum tempo e percebi que não é sacrifício nenhum fazer algo por mim. Isso mesmo por mim, pois se eu não fizer nada por mim ninguém, ninguém no mundo fará.
Como eu quero ser magra, linda e torneada se não faço academia, e nem como direito??

Ok!!! Eu Ana faço isso por mim!!

Há um ano comecei a treinar diariamente, faço academia, uma média de 1h30 por dia 4x por semana...
Os resultados começaram a aparecer.. mas de uns meses pra cá estagnei e percebi que podia fazer muito mais por mim e fiz.
Hoje minha rotina é bem diferente:
Acordo 6h45 da manhã e corro 3km em jejum, todos os dias, sete vezes por semana, sozinha, quieta, no meu ritmo, do meu jeito, com as roupas que eu quero, ouvindo ou não a musica que eu gosto, estou adorando...
2x por semana estou fazendo 1 hora de pilates, na primeira aula percebi que eu parecia uma retardada fazendo (rs) sem coordenação nenhuma com meu corpo, sem equilíbrio, sem alongamento e sem controle nenhum com o meu corpo, fiquei chocada. Me dediquei, passei dias com dor no corpo, mas estou me superando, alguns simples alongamentos já estão surtindo efeito, já estou simplesmente sentando melhor na cadeira...
3x por semana faço 30 minutos de Combat adoro, queima, pega... mas eu sei que posso fazer melhor, e caprichar mais... consegui.
2x por semana faço musculação.... não amo, mas sei que preciso...
Misturei  tudo 5 dias na semana a noite e estou dando conta... eu percebi que podia mais... e consegui!

Não é sacrifício nenhum acordar meia hora mais cedo para correr, você se acostuma, seu corpo pede, fica automático, por que você não pode pensar muito, despertador tocou, saia correndo, não cochile mais cinco minutinhos, com certeza você vai perder hora.
A melhor parte é você colocar aquele shorts que não servia mais, fechar aquela blusinha que era apertada, ver sua perna torneando, a cinturinha diminuindo.. isso não tem preço!
Não precisa ninguém falar  “nossa como você ta magraaaa!!”, mas só de entrar naquele shorts.... já vale todo o esforço.
Tem anos que não como Mc Donalds, e não acho recompensa nenhuma comer um durante o fds.. fui parando as poucos, comia e passava mal... hoje em dia não vejo a menor graça, e sei que meu futuro agradece.

Unhas? É um problemaaaa na minha vida, sou estabanada e meu esmalte não para na mão, mas semanalmente faço minha parte (eu não a Leia minha fadinha), eu tento!
Cabelo?Como lavo todos os dias... tem que hidratar muito... moorro de preguiça, mas temos que fazer isso....

E ai vai todos os cuidados bla bla bla, não adianta ficar reclamando e não fazer nada por você, não adianta se achar a gorda e continuar se empanturrando de coisas, tem que saber dizer não, fazer trocas saudáveis, comer no horário certo.. ocupar a cabeça.....

E não vem me dizer também que está feliz desse jeito, por que quem está feliz não reclama!

Leia um bom livro as vezes, não fique vendo blogs com meninas maravilhosas e se achando feia... as maravilhosas se cuidam ou fazem photoshop.... o importante é fazer o que te faz feliz!

Com o tempo não correr de manhã vai pesar minha consciência, assim como faltar da academia já pesa faz tempo, com o tempo não será sacrifício, será rotina... e a rotina só entra em nossas vidas se nós quisermos que ela entre....

Comprar uma bolsa nova, um sapato novo de vez quando anima qualquer mulher.. ver vitrine... comer uma colherada de brigadeiro (as vezes!), fazer uma boa escova e se sentir linda...pequenos detalhes que não fazem  mal a ninguém... massss que nos deixam com um belo sorriso no rosto!!!!



E você Maria? Está fazendo o que por você?

quarta-feira, 26 de março de 2014

Uma pitada de tempero

Já dizia nosso velho amigo dicionário que tempero é o nome que se dá ao condimento cuja a função é realçar o gosto do prato.

Como tudo o que é demais enjoa e tudo que é de menos deixa a desejar com o tempero não podia ser diferente. Muita açúcar vira melado e muito sal fica literalmente salgado.

Não só nas deliciosas comidas do dia a dia ou também naquela ocasião especial, mas em todas as situações vividas diariamente,tudo precisa estar na medida certa e com uma pitada de tempero.

Muita açúcar engorda, pouca açúcar faz falta, muito sal vira hipertensão e pouco sal fica "incomível".

A vida é assim.

Cheia de altos e baixos, cheia de momentos alegres embolados com os tristes, cheia de sorrisos e lágrimas, cheia de paz e de ternura, mas também cheia de caras fechadas e abraços vazios. Um dia estamos cheios de amigos e outro dia vivemos na solidão. Tem domingo que rimos a beça e queremos que ele nunca chegue ao fim, mas tem domingo que dormimos o dia todo para logo chegar a temida segunda-feira.

Trabalho demais cansa, férias demais enjoa, trabalho demais enriquece, trabalho de menos empobrece.
Muito sol queima, pouca sol ficamos com cor de nata. Dieta meia boca.. corpo meia boca...... dieta impecável.... corpo capa de revista sem photoshop.

Enfim tudo na vida tem seu ponto certo, sua medida correta para se obter sucesso.
Estou num momento sem açúcar e a única coisa que vejo na minha frente é uma panela de brigadeiro quente, se estivesse em uma fase sem sal com certeza ia querer torta, massa pão....

Estou numa fase sem alcool, sem coca-cola, sem guloseimas e literalmente sem tempero.. não é fácil.. mas somos feitos de fases...

Relaxa.

Não sou eu e não é você. O ser humano é assim, quando não pode, quer. Quando pode tudo não quer nada, é de nossa natureza, agora basta nós escolhermos em que momento querermos estar para depois não ficarmos choramingando a calça que não serve, o vestido que ficou apertado ou o folego que não se tem mais.

Quem tem cachos faz chapinha.... quem tem cabelo lambido faz baby liss, não sou eu... não é você... somos todos iguais. Ninguém tá feliz com nada...e todo mundo quer ser diferente do que já é.

Complicado né???

Procure sua medida exata e seu tempero certo.
Descubra seu equilíbrio, procure o seu tempero que está faltando.... não suba muito na balança.... mas também não se esqueça dela... olhe para o espelho quando estiver se sentindo bem... uma "dosezinha" diária de açúcar não faz mal a ninguém.. mas ficar sem ela lhe renderá sorrisos amarelos....

E não se esqueça que tudo tem sua medida certa.

É simplesmente assim....